Nosso Programa e Nossas Propostas

A CHAPA DE OPOSIÇÃO QUE VAI RESGATAR A HISTÓRIA COMBATIVA E DEMOCRÁTICA DO NOSSO SINPAF

O SINPAF (Sindicato Nacional das(os)Trabalhadoras(es) de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário) foi criado em 1989 com a finalidade de representar e defender os interesses coletivos de trabalhadoras(es) das nossas empresas de base – Embrapa, Codevasf, Pesagro, Emepa, Emparn e Distritos Irrigados.

Ao longo de seus 30 anos de história, o SINPAF sempre foi um sindicato democrático, independente e combativo, apesar da cultura organizacional conservadora das instituições que representa.

Dessa forma, muitos benefícios e direitos que as(os)s trabalhadoras(es) têm atualmente foram conquistas decorrentes da luta coletiva, organizada e coordenada pelo SINPAF.

DN DESRESPEITA CATEGORIA. POR ISSO, TEMOS QUE MUDAR

A atual Diretoria Nacional do SINPAF, desde o início da sua gestão, assumiu uma postura antidemocrática e de ações marcadas por acordos de bastidores, expondo a categoria a perdas de direitos e enfraquecendo o sindicato. Isso levou a prejuízos organizativos, políticos e econômicos para @s trabalhador@s de todas as nossas empresas.

Fechou péssimos Acordos Coletivos de Trabalho, desrespeitou decisões de Congresso e de Plenárias (Nacional e Regionais), negligenciando a organização da categoria para a luta de seus interesses coletivos. Além disso, faltou com transparência e reduziu a luta sindical a conversas e acordos de bastidores com as diretorias das nossas empresas de base.

SOMOS UMA CHAPA DE OPOSIÇÃO PORQUE É HORA DE RECONSTRUIR COLETIVAMENTE O SINPAF

Resgatar e reconstruir coletivamente o SINPAFé o compromisso que a Chapa 1 Raízes assume com você! Somos constituídos por companheir@s, jovens e experientes, que ao longo de sua história têm contribuído para a formação de um sindicato combativo, independente, democrático e atuante que seja pautado pelos interesses coletivos das(es) trabalhadoras(es) e da sociedade brasileira.

Por isso, somos OPOSIÇÃO à prática conciliadora, antidemocrática e sem transparência que se instalou no SINPAF nesta atual gestão.

CONHEÇA AS PROPOSTAS DA NOSSA CHAPA PARA A RECONSTRUÇÃO DO SINPAF

  • Resgatar o SINPAF democrático, soberano e de luta respeitando as instâncias coletivas de decisão, como foi no passado.
  • Manter a autonomia e a independência plena do SINPAF frente aos governos, partidos políticos e diretoria das empresas atuando sempre em defesa dos interesses das(os) trabalhadoras(es).
  • Praticar e fortalecer a ética, a solidariedade e a cooperação entre as(os) trabalhadoras(es).
  • Lutar pela democratização do País, das instituições públicas e das empresas da base do SINPAF.
  • Ampliar as lutas política e jurídica, de forma incisiva.
  • Enfrentar o assédio moral organizacional, a arbitrariedade, retaliações e ações discriminatórias praticadas pelos gestores das empresas da base do SINPAF!
  • Promover uma relação horizontal, de compartilhamento e de socialização capaz de promover reciprocidade entre a Diretoria Nacional, as Seções Sindicais, as(os) trabalhadoras(es) e filiadas(os) por meio de diferentes canais/veículos de comunicação.
  • Combater a precarização das relações de trabalho que impactam negativamente a qualidade das pesquisas e das ações realizadas pelas empresas da base do SINPAF e a vida das(os) trabalhadoras(es).
  • Realizar um amplo debate nos fóruns e instâncias do SINPAF com o objetivo de democratizar as estruturas do nosso sindicato (Diretoria Nacional, Congresso, Plenárias Nacional e Regionais e Seções Sindicais) em processos mais horizontais e participativos.
  • Desenvolver e implementar um programa de formação sindical de dirigentes e de filiadas(os) com foco nas dimensões históricas, culturais, econômicas, sociais, ambientais, organizacionais e de saúde da classe trabalhadora.
  • Elaborar e implementar um amplo programa de atuação sobre a questão de gênero.
  • Desenvolver permanentemente ampla campanha em defesa e valorização da pesquisa agropecuária pública, com aporte de mais recursos, a serviço dos interesses da classe trabalhadora e da sociedade brasileira.
  • Construir processos e ações contínuas para fortalecer a organização, a mobilização e a luta em defesa dos interesses coletivos da classe trabalhadora.
  • Tornar os Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs) instrumentos de fortalecimento das conquistas e avanços dos direitos das(os) trabalhadoras(es) intensificando ações para a melhoria, a democratização e a transparência das relações de trabalho.
  • Defender os Planos de Saúde de autogestão e a Seguridade Complementar como conquistas de bens coletivos das(os) trabalhadoras(es) com transparência, representatividade e diálogo com a categoria.
  • Dar transparência às Receitas e Despesas da Diretoria Nacional do SINPAF implantando um sistema de consulta on line para todas as Seções Sindicais da base do SINPAF terem acesso às contas da DN.